Frigorífico revela consumo energético de fábrica em QR Code no pacote de carne
Redação
08.26.2021

Minerva Foods, que no começo do ano colocou um QR Code nas embalagens para o consumidor ter acesso aos dados de origem e os cuidados com o gado, agora acrescentou informações sobre o uso de energia em suas fábricas.

A ideia, segundo o frigorífico, é mostrar aos clientes que a empresa prioriza o uso de energia renovável nas operações.

A Minerva afirma que, por meio do QR Code, os consumidores poderão acessar dados sobre o Selo de Energia, que as unidades brasileiras receberam em junho deste ano da Abeeólica (associação de energia eólica) com a Abragel (associação de energia limpa) e o Instituto Totum.

O QR Code é estampado nas embalagens de duas linhas de carne bovina da Minerva.

Os investimentos nos programas de inovação e pesquisa e desenvolvimento da Engie chegaram a R$ 120 milhões desde 2018, segundo a empresa de energia.

Em inovação aberta, que tem foco no apoio a startups, o valor aplicado chegou a R$ 35 milhões no período. Foram 17 chamadas públicas para selecionar startups, segundo a empresa, em busca de soluções em fontes renováveis, eficiência energética e cidades inteligentes.

Um dos projetos investidos usa blockchain para rastrear a energia renovável comprada pelo cliente da Engie.

​Também foi desenvolvido um trocador de calor acoplado ao painel fotovoltaico que recupera o calor, aquecendo a água e resfriando as células para promover mais eficiência na geração de energia solar, segundo a companhia, que ficou entre as líderes do ranking de relacionamento com startups no setor de energias renováveis da 100 Open Startups.

Fonte: Folha de S. Paulo