INTERCONF 2016: Mercados de carne bovina estão cada vez mais exigentes. Como atender a essa nova demanda?
admin
10.06.2016

O questionamento é de Alcides Torres, diretor da Scot Consultoria e presidente da Associação dos Profissionais da Pecuária Sustentável (APPS), palestrante do painel sobre Mercados na 9ª Interconf, em Goiânia (GO)

“O Brasil produz ao redor de 9,5 milhões de toneladas de carne bovina por ano, sendo 3,7 milhões de toneladas de cortes dianteiros; 4,6 milhões de toneladas de cortes traseiros e 1,23 milhão de tonelada de ponta de agulha. A questão é: como comercializar esses volumes da melhor maneira possível com rentabilidade e diversificação”. O questionamento é de Alcides Torres, diretor da Scot Consultoria e presidente da Associação dos Profissionais da Pecuária Sustentável (APPS), palestrante do painel sobre Mercados na 9ª Interconf, em Goiânia (GO).

Os abates de bovinos em 2016 no Brasil caíram 3% no primeiro semestre, segundo dados do IBGE. “Essa queda na oferta não tem sido fator de sustentação dos preços da carne, pois quem determina o patamar de cotações é o mercado”, ressalta Torres. “Está aí um desafio importante para o pecuarista, que não deve ficar esperando pelo melhor preço. Ele precisa jogar com o dinamismo do mercado”.

O mesmo movimento de baixa do rebanho brasileiro é verificado em termos mundiais, porém a vantagem brasileira é o aumento da produtividade, destaca Leonardo Alencar, gerente executivo de inteligência de mercado na Minerva Foods. “A tendência da demanda é crescente. Os principais fatores de aumento do consumo permanecem. É o caso da ocidentalização, urbanização nos países asiático , crescimento populacional global e aumento de renda. Ou seja, trata-se de excelente oportunidade para o Brasil. O cenário é otimista para a próxima década”, entende Alencar.

“Novos mercados, como os Estados Unidos, que acabam de receber os primeiros embarques de carne brasileira, representam uma injeção de ânimo no mercado. Até agora, o Brasil exportava para apenas 50% do mercado comprador mundial; com a entrada dos EUA, ampliamos o potencial de vendas e atraímos outros países. O futuro é promissor para a carne brasileira”, assinala Alisson Navarro, diretor de exportação da Marfrig Foods.

A 9ª Conferência Internacional de Pecuaristas (Interconf) acontece em Goiânia (GO), até quinta-feira, dia 22 de setembro. Mais informações e inscrições: www.interconf.org.br.

Fonte: Portal do Agronegócio