Para Minerva Foods, momento para setor de carnes é único na América do Sul
MMDA
11.28.2017

São Paulo, 28/11 – O CEO da Minerva Foods, Fernando Galletti de Queiroz, afirmou nesta terça-feira, 28, no Minerva Day, que o momento para o setor de carnes na América do Sul é “único”. Segundo ele, há um crescimento de mercados internos nessa região e a possibilidade de abertura de novos mercados externos, principalmente o dos Estados Unidos para a Argentina e do Japão para o Uruguai.

Queiroz citou a aquisição de operações da JBS na Argentina, Uruguai e Paraguai este ano, que levou a companhia a crescer a capacidade de abate em 52% ante 2016, de 17,3 mil para 26,4 mil cabeças por dia. “América do Sul vive um momento único e é o principal fornecedor de carne do mundo”, disse.

Com aquisição, em agosto, a Minerva Foods passou a ter 26 unidades na América do Sul – no Brasil, Paraguai, Argentina, Uruguai e Colômbia. “O ano de 2017 foi intenso e de mudança brusca, mas natural para companhia. Estamos no processo de extrair valor das aquisições, a integração vai trazer efeitos positivos e o primeiro deles é a flexibilidade”, afirmou o empresário.

Segundo Queiroz, nenhuma outra empresa possui condição de ter a arbitragem que a Minerva Foods tem por conta dessas operações em vários mercados da América do Sul. “Se um mercado se fecha, com a flexibilidade que temos, conseguimos suprir isso”, concluiu.