Page 31 - Minerva Foods | Relatório de Sustentabilidade 2016
P. 31

Gerenciamento
DE RISCOS
102-11 | 102-15
O ano de 2017 mostra como o gerenciamento de riscos é vital na estratégia da Minerva e o quanto tem se revelado eficaz para as tomadas de decisões operacionais, diante de novas opor- tunidades de negócios. Em vez de adotar políti- ca formal de gestão de riscos, a Companhia tra- balha o tema de maneira transversal, por meio de uma série de mecanismos e procedimentos internos, com atribuições e funções de compe- tências hierárquicas, a fim de monitorar, miti- gar e controlar os principais fatores de risco aos quais está exposta.
Esse tipo de gerenciamento permite antever os fatos do mercado e antecipar os próprios movi- mentos. Exemplo ocorreu em meados de 2017, quando dificuldades enfrentadas pela maior concorrente do setor abriram espaço para a rea- tivação da unidade de Mirassol D’Oeste (MT), o que proporcionou o aumento do uso de capa- cidade média instalada para aproximadamente 75% e a aquisição das unidades no Mercosul. As
operações realizadas foram pautadas por agili- dade e segurança em razão das análises feitas sobre os rumos do mercado.
Nos últimos cinco meses de 2017, a Companhia atingiu 22% de participação nas exportações da América do Sul e se tornou a maior exportadora de carne bovina do continente. A diversificação geográfica decorrente da aquisição das unida- des no Mercosul possibilita arbitrar o modo de produção e fortalecer a resiliência em relação às sazonalidades e volatilidades do mercado. Essa estratégia está associada ao crescimento das ex- portações, que representam um hedge natural ante as bruscas variações de moedas. No ano, a receita bruta da Minerva Foods totalizou R$ 12.981,4 milhões, crescimento de 26,5% na comparação com o indicador em 2016.
 31



























































































   29   30   31   32   33