Voltar ao topo

Dedicação ao
Planeta

‘;
A agropecuária é um componente de grande relevância para as economias dos países da América do Sul, agindo como um mecanismo de desenvolvimento local para as comunidades, além de contribuir para a segurança alimentar do planeta.
Na Minerva Foods, acreditamos que é possível produzir carne e seus subprodutos de maneira sustentável e rentável, reduzindo impactos ambientais por meio de investimentos e assistência técnica aos produtores rurais e compartilhamento de tecnologias e conhecimento científico.

Principais Indicadores

100%

dos fornecedores diretos monitorados em critérios socioambientais no Brasil e Paraguai, 40% na Colômbia e 90% na Argentina

33 milhões

hectares monitorados no Brasil, Paraguai, Colômbia e Argentina

100%

de conformidade na auditoria socioambiental do Ministério Público Federal do Pará em 2021, a mais confiável verificação da cadeia produtiva contra o desmatamento ilegal na Amazônia

17.000

fazendas fornecedoras monitoradas no Brasil, 4.000 no Paraguai e na Argentina e mais de 400 na Colômbia

+ de 99%

de conformidade com as boas práticas definidas pelo Grupo de Trabalho de Fornecedores Indiretos (GTFI)

 

Nossos sistemas de gestão da cadeia de fornecimento são destaques no setor

Gestão de Fornecedores

Somos pioneiros ao ampliar a adoção da tecnologia geoespacial para monitoramento de nossos fornecedores diretos de gado em todos os biomas no Brasil (Amazônia, Cerrado, Pantanal e Mata Atlântica). Em 2021, também concluímos a implantação do sistema de monitoramento para 100% das compras realizadas no Paraguai, cumprindo com uma das metas de nosso compromisso com a sustentabilidade. Pretendemos expandir o sistema para Colômbia (até 2023), Uruguai (até 2025) e demais países da América do Sul onde a Companhia opera até 2030.

Nossos Critérios

Compliance Ambiental

– Desmatamento ilegal no Brasil e no Paraguai;
– Verificação da lista de embargos ambientais do IBAMA no Brasil.

Compliance Trabalhista

– Combate ao trabalho análogo ao escravo no Brasil e Paraguai

Regularidade Fundiária

– Análise do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e outros documentos que comprovem a posse da terra no Brasil.

A tecnologia de monitoramento geoespacial nos permite acompanhar a situação das fazendas fornecedoras da Minerva Foods.

 

Por meio dessa ferramenta, garantimos que nossos produtos não estejam relacionados a áreas desmatadas ilegalmente ou com embargos ambientais, com sobreposição a terras indígenas e/ou de comunidades tradicionais e unidades de conservação e com práticas de trabalho análogo ao escravo. Os territórios monitorados atualmente somam mais de 16 milhões de hectares no Brasil, 13 milhões no Paraguai e mais de 3 milhões de hectares na Argentina e na Colômbia.

 

Nossa política interna de compra de gado define os critérios socioambientais em cada país de operação, em linha com a disponibilidade de dados oficiais e legislação local. Desde 2020, nossos sistema de monitoramento também contam com o índice de produtividade para 100% das compras de gado realizadas no bioma amazônico, em linha com o Protocolo de Monitoramento de Fornecedores de Gado na Amazônia. As propriedades que excedem o limite de três cabeças por hectare ao ano devem apresentar declaração de produtividade.

 

Em mais uma prática pioneira no setor, começamos a implementar a iniciativa na Colômbia e na Argentina, onde o monitoramento de critérios socioambientais foi iniciado. Já são mais de 400 fornecedores monitorados na Colômbia e 4.000 na Argentina.

Nosso sistema de monitoramento no Brasil é auditado anualmente e mantemos o melhor desempenho do setor na auditoria de terceira parte supervisionada pelo Ministério Público Federal do Pará.

Os resultados mostraram que as transações realizadas pela Minerva Foods entre janeiro de 2018 e junho de 2019, período de avaliação, totalizaram 113.520 animais comprados, sendo todos originários de propriedades que operam em total conformidade com os critérios socioambientais estabelecidos.

Também atingimos 100% de conformidade nas auditorias do Compromisso Público da Pecuária, atendendo às premissas de desmatamento zero na Amazônia, sobreposição a terras indígenas, unidades de conservação, trabalho escravo e embargos do Ibama.

Relatórios de Auditoria do Ministério Público Federal do Pará

 

Relatório de 2020
Download em pdf

Relatório de 2019
Download em pdf

Relatório de 2018
Download em pdf

Relatório de Auditoria do Compromisso Público da Pecuária

 

Relatório de 2021
Download em pdf

Relatório de 2020
Download em pdf

Relatório de 2019
Download em pdf

No Paraguai, nosso sistema de monitoramento também é auditado por terceira parte independente para atestar o cumprimento dos critérios socioambientais assumidos nas compras de gado. Possuímos índice de 100% de atendimento nas auditorias independentes, reforçando nosso compromisso com o monitoramento da cadeia de fornecimento.

Relatórios de Auditoria Independente no Paraguai

Relatório de 2020
Download em pdf

Relatório de 2019
Download em pdf

Calendário de Originação

Acesse o calendário

Rastreabilidade do Couro

Desde 2019 os sistemas de rastreabilidade que conferem garantia de origem aos insumos utilizados pela Minerva Foods tem sido aplicados aos negócios relacionados. A Minerva Leather, negócio dedicado a industrialização de couro, atingiu em 2021 a importante marca de 100% das peles comercializadas no Brasil com identificação, sendo possível acessar informações desde a fazenda até o frigorífico. No Paraguai o processo de rastreabilidade também está sendo implantado com expectativa de conclusão em 2022.

Outro diferencial sustentável da divisão é o início da comercialização de couros orgânicos. Para esse tipo de produto, além da rastreabilidade, o cliente tem a Certificação Orgânica garantida.

PIONEIRISMO NO MONITORAMENTO DE FORNECEDORES INDIRETOS

Maior desafio do setor, o monitoramento de fornecedores indiretos demanda não apenas investimento em novas tecnologias, mas também no engajamento de toda a cadeia de valor para garantir a rastreabilidade completa do gado.

De forma pioneira no setor, passamos a testar e a integrar em nossos sistemas internos uma ferramenta de rastreabilidade e monitoramento de fornecedores indiretos na Amazônia brasileira, o Visipec. A ferramenta cruza bases de dados públicas para monitorar critérios socioambientais das propriedades rurais em seu ciclo produtivo. Ela foi desenvolvida pela National Wildlife Federation- NWF em parceria com o Gibbs-Land-Use and Environment Lab da Wisconsin-Madison University e atualmente é gerenciada pela NWF.

Confira abaixo a linha do tempo dos trabalhos realizados com o Visipec e seus resultados.

  • mai
    2020
  • Jul
    2020
  • dez
    2020
  • mar
    2021
  • mai
    2021
  • jun
    2021
  • Jun – Ago
    2021
  • set – dez
    2021
  • Testes de Avaliação
    Testes Iniciais ¹ ² (amostras mensais de transações)
    Maio de 2020

    Assinatura de Acordo de Cooperação Técnica

  • Testes de Avaliação
    Testes Iniciais ¹ ² (amostras mensais de transações)

    Rolim de Moura(Rondônia)

    • Base de Análise:
      Período de Transações:

      Diretos vs SIF: Ago/2018
      Indiretos vs Diretos: Ago/2018
      (amostra 1 mês)

    • Dados Gerais:

      Total de diretos: 911;
      Total de indiretos nível 1: 723
      Média indireto/direto: 0,8

    • Protocolo: Boas Práticas – GTFI : 100% dos fornecedores diretos em conformidade com as Boas Práticas.

    Mirassol d’Oeste (Mato Grosso)

    • Base de Análise:
      Período de Transações:

      Diretos vs SIF: Jul-Ago/2018
      Indiretos vs Diretos: Jul-Ago/2018
      (amostra 2 meses)

    • Dados Gerais:

      Total de diretos: 685;
      Total de indiretos nível 1: 1.732
      Média indireto/direto: 2,5

    • Protocolo: Boas Práticas – GTFI: 99,9% dos fornecedores diretos em conformidade com as Boas Práticas.
  • Testes de Avaliação
    Testes Iniciais ¹ ² (amostras mensais de transações)

    Mirassol d’Oeste (Mato Grosso)

    • Base de Análise:
      Período de Transações:

      Diretos vs SIF: Out/2018  amostra 1 mês)
      Indiretos vs Diretos: Jun-Jul/2017     (amostra 2 meses)

    • Dados Gerais:

      Total de diretos: 144;
      Total de indiretos nível 1: 378
      Média indireto/direto: 2,6

    • Protocolo: Boas Práticas – GTFI: 99,3% dos fornecedores diretos em conformidade com as Boas Práticas.
  • Testes de Avaliação (período de 1 ano de transações)

    Mirassol d’Oeste (Mato Grosso)

    • Base de Análise:
      Período de Transações:

      Diretos vs SIF:
      Jan-Dez/2018 (1 ano).​

      Indiretos vs Diretos:
      Ago/2016 – Jul/2017 (1 ano).

    • Dados Gerais:

      Total de diretos: 678;
      Total de indiretos nível 1: 4.033
      Média indireto/direto: 5,9

    • Protocolo: Boas Práticas – GTFI: 99,9% dos fornecedores diretos em conformidade com as Boas Práticas.
  • Testes de Avaliação (período de 1 ano de transações)

    Live Cattle Exports (Pará)​

    • Base de Análise:
      Período de Transações:

      Indiretos vs Diretos:
      Ago/2019 -Jul/2020 (1 ano)

    • Dados Gerais:

      Total de diretos: 130 (amostra)​
      Total de indiretos nível 1: 1.787​
      Média indireto/direto: 13,7

    • Protocolo: Boas Práticas – GTFI: 93% dos fornecedores diretos em conformidade com as Boas Práticas.
  • Calibração
    Junho de 2021
    Feedback para calibragem da ferramenta através dos resultados dos testes realizados.
  • Integração API
    De junho a agosto de 2021
    Integração do Visipec ao sistema Minerva Foods, a partir do desenvolvimento de telas de integração e relatórios de análise.​
    Integração para os Estados do bioma Amazônia disponíveis na ferramenta Visipec, iniciando-se a consulta de dados pelo Estado do Pará.​
  • Testes Práticos – Melhoria Contínua
    De setembro a dezembro de 2021
    Realização de testes práticos com a integração
    efetivada, de acordo com os acessos às bases
    disponíveis na ferramenta e desenvolvimento
    de melhorias contínuas.

Mapear e acompanhar os fornecedores indiretos, utilizando as Boas Práticas-GTFI para identificar os possíveis riscos na cadeia de fornecimento.

Obter informações para destacar positivamente as práticas sustentáveis desenvolvida pelos produtores rurais e antecipar as exigências do mercado.

Identificar e priorizar regiões de risco e potenciais não-conformidades para engajar e apoiar os produtores em ações corretivas.

Trazer maior segurança e transparência nas relações entre os elos da cadeia de abastecimento da pecuária brasileira.

Melhorar a rastreabilidade e o monitoramento do desmatamento na Amazônia

Saiba mais:​

Boas Práticas e GTFI:
gtfi.org.br

Visipec:
visipec.com

Cooperação Técnica

SMGeo Prospec

Com o entendimento de que os esforços para fortalecer a rastreabilidade na cadeia devem ser coletivos, a Minerva Foods lançou o primeiro aplicativo mobile voltado para produtores rurais que permite o acompanhamento de seus fornecedores e possibilita análises socioambientais para toda a cadeia produtiva do agronegócio.

Faça o download do aplicativo aqui:

Em parceria com a empresa Niceplanet Geotecnologia, que desenvolveu o aplicativo, estamos levando a ferramenta para produtores rurais de todo o Brasil, dando a possibilidade de consultarem a conformidade da sua cadeia de abastecimento por meio de análises socioambientais em todo o país.

O aplicativo disponibiliza aos produtores rurais a mesma tecnologia e base de dados que nos garante a expertise em rastreabilidade e os melhores resultados em avaliações e auditorias. Nossos parceiros agora podem fazer o acompanhamento dos seus fornecedores e mapear riscos em comercializações.

Ao longo de 2021, realizamos workshops para divulgar e conscientizar produtores sobre a importância da adoção da ferramenta não apenas para mitigar riscos, mas também para agregar valor à produção, uma vez que ela passa a oferecer mais credibilidade e transparência.

Assista o webinar de lançamento do aplicativo SMGeo Prospec

Conheça nosso canal no Youtube

Mudanças Climáticas

Nosso compromisso em combater as mudanças climáticas e proteger os ecossistemas que sustentam a produção agropecuária está alinhado a um futuro de baixa emissões.

Esforços relacionados à mitigação de emissões na cadeia de valor estão no centro de nossa estratégia de sustentabilidade e direcionam nossa transição para uma economia de baixo carbono.

Nosso Inventário Corporativo de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) é atualizado anualmente, auditado e disponibilizado no Registro Público de Emissões do Programa Brasileiro GHG Protocol. O documento contabiliza emissões dos escopos 1, 2 e 3.

Em 2021, recebemos o selo Ouro para o inventário de emissões ano-base 2020, reconhecimento máximo do Programa Brasileiro GHG Protocol pelo reporte completo dos dados e auditoria dos mesmos por terceira parte independente. Nosso progresso também é reportado no questionário de Mudanças Climáticas do Carbon Disclosure Project (CDP) e os indicadores relacionados estão disponíveis na seção ‘Central de Indicadores’ deste site.

Em 2021 desenvolvemos um estudo para definir o nosso plano de descarbonização, onde foram avaliadas nossas emissões para os escopos 1 e 2 nos últimos anos e o perfil de emissões do setor de produção de proteínas. Com isso, desenhamos cenários de emissões considerando as perspectivas operacionais e estratégicas da companhia, tendo como base metodologias reconhecidas internacionalmente.

A mitigação das emissões deve ser o foco principal dos esforços da Companhia, compensando apenas aquelas que não podem ser eliminadas.

Os primeiros projetos devem ser implementados nos próximos anos e seus reflexos nas emissões de escopos 1 e 2 serão mensurados nos futuros Inventários Corporativos de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE).
Quanto às emissões de GEE de escopo 3, oriundas da cadeia de valor e sobre as quais a Minerva Foods tem responsabilidade indireta, foi iniciado um novo estudo para determinar o plano de descarbonização destas emissões, com previsão de finalização em 2022.

Planos de Gestão de Pegada de Carbono

Uruguai
Download em pdf

Produção de Baixo Carbono

Criamos o Programa Renove, a fim de promover o engajamento e atuação colaborativa com os pecuaristas fornecedores da Minerva Foods na aplicação de tecnologias e metodologias internacionalmente reconhecidas para mensurar o balanço de carbono nas propriedades. Em 2021, o programa avançou em 3 frentes, sendo duas delas dedicadas ao monitoramento do balanço de carbono nas propriedades fornecedoras e a terceira, com o propósito de conectar fazendas com desempenho diferenciado ao mercado de finanças verdes.

MyCarbon – Oportunidades no Mercado de Carbono

Os mercados voluntários de carbono são um instrumento importante para atingir as metas de redução de emissões em relação ao Acordo de Paris, abrindo oportunidades de atuação para a Minerva Foods e para os pecuaristas parceiros. Em 2021, criamos a empresa MyCarbon, focada na atividade de desenvolvimento, aquisição e comercialização de créditos de carbono de alta qualidade dentro de projetos de agricultura, silvicultura, uso da terra e energia renovável da América Latina.

Na MyCarbon, prestamos apoio a agricultores, em parceria com o Programa Renove, na busca das melhores práticas agrícolas, contribuindo para o uso eficiente dos recursos naturais e produção de baixo carbono.

Minerva Biodiesel – Emissão de Créditos de Descarbonização

Nossa operação para produção de biodiesel a partir de subprodutos do abate bovino e de outros insumos, como soja, coco e gordura de frango, é certificada para participar do Programa RenovaBio, que faz parte da Política Nacional de Descarbonização. Com isso, a produção passou a gerar Créditos de Descarbonização (CBios), que são comercializados com as distribuidoras de combustível.

Dessa forma, nos juntamos a um movimento nacional para redução das emissões de GEE, criado pelo governo brasileiro dentro do compromisso assumido como país signatário do Acordo de Paris.

Eficiência Energética

Nosso Programa de Eficiência Energética, engloba o controle do consumo e acompanhamento de metas por meio de indicadores técnicos adaptados ao contexto de cada país em que operamos, levando em consideração suas particularidades quanto a composição das matrizes energéticas.

Garantimos que toda a energia elétrica que abastece nossas operações é de origem renovável. Adquirimos certificados de energia renovável, os I-RECs, para as operações dos países, exceto do Paraguai, onde toda a energia consumida é de fonte renovável. Fomos a primeira empresa do setor a obter esse status, em 2020, e seguimos com a estratégia em 2021, mantendo o cumprimento de uma das metas de nosso Compromisso com a Sustentabilidade. No Brasil, foram adquiridos certificados de energia eólica; nos demais países da América do Sul, certificados de energia hidrelétrica.

Dessa forma, além de zerar as emissões de escopo 2 provenientes da aquisição de energia elétrica, fomentamos o mercado de energia gerada a partir de fontes renováveis e com alto desempenho em termos de sustentabilidade. Também somos a primeira empresa do Brasil a obter o Selo de Energia Renovável, emitido pelo Instituto Totum em parceria com a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) e a Associação Brasileira de Energia Limpa (Abragel) e que assegura além da origem renovável, que as usinas geradoras também adotem práticas diferenciadas nos aspectos sociais e de relacionamento com as comunidades.

Nossa unidade de Bucaramanga, na Colômbia, conta com 1.471 painéis solares instalados na área dos currais, sendo referência em eficiência energética na Companhia e reduzindo a emissão de 204,75 toneladas de CO2 anualmente.

Água e Efluentes

A gestão dos recursos hídricos em nossas instalações é parte essencial da nossa produção, que busca, ainda, ampliar processos como reúso, tratamento de efluentes e reduções do consumo de água.

Para ampliar a eficiência nesse tema, seguimos introduzindo projetos de reaproveitamento de água para limpeza de caminhões e lavagem de currais, além da substituição de equipamentos, como redutores de pressão nas entradas sanitárias e nas mangueiras de higienização.

O uso e tratamento dos recursos hídricos estão de acordo com os padrões legais e com as licenças e outorgas obtidas em todas as nossas operações .

Diversos investimentos estão sendo realizados para aprimoramento dos sistemas de tratamento, com destaque para a construção do sistema de tratamento de efluentes com tecnologia de lodo ativado na unidade de José Bonifácio/SP, que contribuirá para redução das emissões de metano no processo de tratamento de efluentes, nossa principal fonte de emissão para escopo 1. Estamos investindo, ainda, em métodos mais sustentáveis de disposição desses efluentes, como sistemas de fertirrigação.

Nos sistemas de fertirrigação, o efluente tratado é transportado para propriedades rurais vizinhas das operações onde é utilizado para irrigação de pastagens. Dentre os diversos benefícios ambientais, está a preservação de corpos d’água e a diminuição do uso de fertilizantes a base de nitrogênio que são emissores de gases do efeito estufa.

Resíduos

Para gerir os resíduos gerados em nossas operações industriais, mantemos um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos em todas as unidades com critérios para separação, controle e destinação dos volumes gerados divididos nas categorias: industriais, comuns, especiais/patológicos e recuperados para reciclagem. Resíduos como o rúmen e o lodo proveniente das ETEs, maior volume do nosso processo produtivo, são classificados como não perigosos e enviados para compostagem.

Selo eureciclo

Em 2021, recebemos o selo eureciclo, que atesta nossas práticas de promoção da logística reversa das embalagens de produtos. A Minerva Foods é a primeira empresa do setor de carnes a receber a certificação para todas as linhas comercializadas no Brasil, atestando o nosso comprometimento com a compensação dos impactos ambientais.

Mais do que um selo, a plataforma conecta cooperativas e operadoras de coleta e reciclagem às empresas e gera mais recursos para os agentes de reciclagem, promove a logística reversa de embalagens pós-consumo e reduz os impactos ambientais desses resíduos no meio ambiente.

Anualmente, destinamos cerca de 1.500 toneladas de embalagens pós-consumo, volume que representa 22% do total de embalagens que colocamos no mercado brasileiro, em linha com as metas da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Na Colômbia, o processo é realizado para 100% das embalagens de papelão da unidade de Ciénaga de Oro.

Busca pelo máximo aproveitamento dos insumos

A base do negócio da Minerva Foods é o gado. Com foco em ganhos socioambientais e de eficiência, buscamos aproveitar ao máximo a matéria-prima.

Clique em um dos cinco pontos abaixo para conhecer os processos.

Conteúdos Relacionados

Compromisso com a
Sustentabilidade

Relatórios de
Sustentabilidade

Indicadores